ELASTÔMEROS

O elastômero é um polímero que apresenta propriedades elásticas, obtidas após o processo de reticulação. O termo borracha é um sinônimo usual para a definição deste material. Uma de suas principais características é o alto grau de tolerância a tensão exercida por compressão ou tração, tornando-o um importante componente para variadas aplicações.
Os materiais elastoméricos são normalmente à base de borracha natural ou de borracha sintética.

O elastômero natural é o produto primário da coagulação do látex da seringueira. Após a coagulação, obtida com a adição de ácido acético, forma-se um material elástico próprio para a industrialização.

O elastômero sintético é produzido a partir de derivados de petróleo e tem as mesmas propriedades dos elastômeros naturais, ou seja, elasticidade, possibilidade de vulcanização, solubilidade em solventes, resistência à água, à eletricidade e à abrasão. Por outro lado, apresenta melhor desempenho quanto à durabilidade e à resistência a óleos, ao calor e à luz.
Os tipos de elastômeros mais utilizados para o desenvolvimento de componentes técnicos e outros componentes industriais são:
• Natural (NR);
• Estireno-Butadieno (SBR);
• Nitrílica (NBR);
• Etileno-Propileno (EPDM);
• Poliacrílico (ACM);
• Viton (FPM);
• Neoprene (CR);
• Silicone (SI).
A industrialização destes materiais ocorre geralmente pelo processo de vulcanização, método desenvolvido em 1839 pelo inventor norte-americano Charles Goodyear. Tal método consiste na aplicação de calor e pressão a uma composição de borracha, com a finalidade de dar forma e propriedades à um produto final. Este processo pode ocorrer através de diferentes formas de moldagem, por compressão, transferência, injeção ou extrusão.
 

  55 11 2338-1044
55 11 2338-1045
comercial@mxe.ind.br
compras@mxe.ind.br

Rua Ipióca, 180 – Jabaquara
São Paulo/SP – CEP: 04348-130